Presidente Braulio França

Presidente Braulio França
Federação Paulista de Culturismo, Fitness e Bodyfitness

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Julgamento dos atletas Natalie C. R. dos Santos e Tiago Anderson Celli

ATA DE ASSEMBLEIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA


PROCESSO Nº 11/2.015.
DENUNCIADA:
Srª . Natalie Carolina R. dos Santos
Infração aos artigos: 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD)

Auditores:
1)      ­­­­­­­­­­­­­­­­­­Presidente: Dr. Luciano Marques;
2)      Relator: Vicente Pires de Oliveira;
3)      Auditor: Renan Brunhari Mattioli;



Aos onze dias do mês de dezembro de dois mil e quinze, às 14h30min o Presidente da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da IFBB Brasil, abaixo assinado, dá por instaurada a presente sessão de julgamento, estando presentes a procuradoria do STJD, a advogada dativa Drª. Fabiola de Curcio Garnica, inscrita na OAB/SP sob o nº 268.236, ausente a denunciada. Presentes os auditores supra-nomeados, passando a palavra ao Auditor Relator deste processo disciplinar, o qual passou à leitura da denúncia.
Após a leitura, foram exibidas as provas acostadas aos autos.
Como não havia provas complementares a serem produzidas pela Procuradoria ou pela Defesa, foi passada à procuradoria, que ratificou os termos da denúncia.
Em seguida, dada a palavra à advogada dativa. Requereu inicialmente inépcia da inicial por não estar embasada em prova condizente. Postulou pela reclassificação da infração, para o artigo 258 do CBJD e, ao final pediu a absolvição completa do denunciado ou, alternativamente, sua condenação às penas mínimas previstas para o artigo 258 do CBJD.
Em seguida foi proferido o voto do relator.
Ato contínuo, votaram os demais auditores.
A atleta foi, por unanimidade, condenada a suspensão por duas partidas, provas ou competições e multa no valor de R$300,00 (trezentos reais), com base no artigo 243-F do CBJD.
Após, foi dado por encerrado o presente julgamento pelo Presidente da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Fisiculturismo.


___________________________
Luciano Marques

OAB 358.250

ATA DE ASSEMBLEIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA 

PROCESSO Nº 10/2.015. 
DENUNCIADO: SR. TIAGO ANDERSON CELLI 
Infração aos artigos: 2.2, 2.6, 2.7, 2.9 do Código da Agência Mundial Antidopagem (WADA) e 234, 243- A e 258-D do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) 

Auditores: 
1) Presidente: Dr. Luciano Marques; 
2) Relator: Renan Brunhari Mattioli; 
3) Auditor: Vicente Pires de Oliveira; 

Aos onze dias do mês de dezembro de dois mil e quinze, às 14h30min o Presidente da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da IFBB Brasil, abaixo assinado, dá por instaurada a presente sessão de julgamento, estando presente a procuradoria do STJD, ausente o denunciado. Presentes os auditores supra-nomeados, passando a palavra ao Auditor Relator deste processo disciplinar, o qual iniciou a leitura da denúncia. 

Após a leitura, foram exibidas as provas acostadas aos autos, sendo estas compostas de vídeos e cópias de documentos. 

Como não havia provas complementares a serem produzidas pela Procuradoria, a palavra foi passada à procuradoria, que ratificou os termos da denúncia. Em seguida foi proferido o voto do relator, que segue anexo. Ato contínuo, votaram os demais auditores. 

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA Fisiculturismo 

O atleta foi, por unanimidade, condenado às penas de suspensão por 4 (quatro) anos com base no artigo 2.2 do Código WADA, sendo este responsável pela absorção das penas previstas para o artigo 2.6 do mesmo códex; suspensão pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias com base no artigo 234 do CBJD, acrescido de multa no valor de R$10.000,00 (dez mil reais); multa de R$10.000,00 (dez mil reais) com base no artigo 243-A do CBJD; absolvido das denúncias relativas aos artigos 2.7 do Código WADA e 258-D do CBJD; e, por maioria, vencido o relator, condenado a suspensão por 4 (quatro) anos com base no artigo 2.9 do Código WADA. Determinaram os auditores que o valor das penas de multa aplicadas seja direcionado à Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, para ser utilizado como fomento às políticas de combate à dopagem, especialmente através de instrumentos educativos. 

Após, foi dado por encerrado o presente julgamento pelo Presidente da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Fisiculturismo.
 ___________________________
 Luciano Marques OAB 358.250

14 comentários:

  1. Gostaria de saber se atletas que relatam ciclo no facebook ou no youtube tambem estao sujeitos a pena disciplinar por admitirem o doping?

    ResponderExcluir
  2. Varios Atletas que admitem uso deveriam cair tambem, Leo Araujo, Sabrina Buck, Filipe Marins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo..
      Até atletas árbitros admitem uso e não são punidos.

      Excluir
  3. Diogo Bovolente vulgo mr matusalem,até propaganda de laboratio ele faz

    ResponderExcluir
  4. Tinham é que acabar com essa hipocrisia. Todo mundo usa mesmo. Ou faz uma seleção decente e corta todo mundo que usa, ou libera todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles estão agindo como se fosse uma coisa absurda, como se nunca tivesse existido. Agora por que eles estão expondo, isso é errado? É informação! É desmistificação do esporte!!!!

      Excluir
  5. Claro, como se todos os atletas que sobem no palco fossem naturais. Isso é muita hipocrisia! Todos os atletas que sobem no palco, estão ou estavam preparando com hormônios!

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho que provar,fácil isto cadê os exames feito pela ifbb de doping,eu tenho títulos pela federação e até hoje que eu me lembre nunca ninguém da federação me pediu exames algum que comprovam doping,então já que a federação faz o tal exame gostaria que fosse apresentado o meu....

    ResponderExcluir
  7. 10 mil bagatela a multa ai as indústrias de farinha dão miséria aos atletas,isto os lab pagam de boa ,pois até frequentadores de academia usam aes,agora o forte mesmo vem de quem compete vc acha que o atleta que gasta 15 mil em uma preparação 3 mil no mês e de suplemento e arroz com frango,engano seus ai detalhe logo estarei indo em las Vegas assistir o mister Olympia, e para infelicidade da federação ja tem atleta gringo para falar de uso de esteroides anabolizantes la de fora ,quero ver a alguém criticar um fisioculturista americano agora chora seus hipócritas...

    ResponderExcluir
  8. 10 mil bagatela a multa ai as indústrias de farinha dão miséria aos atletas,isto os lab pagam de boa ,pois até frequentadores de academia usam aes,agora o forte mesmo vem de quem compete vc acha que o atleta que gasta 15 mil em uma preparação 3 mil no mês e de suplemento e arroz com frango,engano seus ai detalhe logo estarei indo em las Vegas assistir o mister Olympia, e para infelicidade da federação ja tem atleta gringo para falar de uso de esteroides anabolizantes la de fora ,quero ver a alguém criticar um fisioculturista americano agora chora seus hipócritas...

    ResponderExcluir
  9. Hipocrisia essa decisão contra o Tiago Celli, o cara foi punido por dizer a verdade....

    ResponderExcluir